Poesia

Postado em April 2, 2014

Transporte Urbano
 ’
Até quando seu olhar no meu
sentindo seu hálito fresco
bem perto, assim um do outro,
até quando eu quiser me demorar.
 ’ 
Ou até mesmo
você segurar minha mão,
confesso que sobre o seu toque eu me derreteria
como uma geleira, mas não soltaria.
  ’
Sua pele sobre a minha
mesmo uma mão segurando outra
poderia durar um dia inteiro, não me importaria
apenas nos olhando, apenas te amando.
  ’
O dia termina, você já se foi
aquele olhar de meio segundo, nossa proximidade
apenas efeito colateral do ambiente
apenas um sonho acordado no transporte comunitário.

————————————————— Λß

Transporte Urbano

 ’

Até quando seu olhar no meu

sentindo seu hálito fresco

bem perto, assim um do outro,

até quando eu quiser me demorar.

 ’ 

Ou até mesmo

você segurar minha mão,

confesso que sobre o seu toque eu me derreteria

como uma geleira, mas não soltaria.

  ’

Sua pele sobre a minha

mesmo uma mão segurando outra

poderia durar um dia inteiro, não me importaria

apenas nos olhando, apenas te amando.

  ’

O dia termina, você já se foi

aquele olhar de meio segundo, nossa proximidade

apenas efeito colateral do ambiente

apenas um sonho acordado no transporte comunitário.

————————————————— Λß

3 notes

Poesia

Postado em December 21, 2013

Tempo de Espera

Horas e horas
nesta sala vazia
buscando uma porta, uma janela
para um mundo de sonhos e harmonia.
 
Dias e dias
ainda preso neste lugar
sonhando com a passagem que irá se abrir
sonhando com este dia que está para chegar.
 
Semanas e mais semanas
não quero perder a esperança
ainda vou acreditar
eu preciso acreditar nesta chama.
 
Meses e meses
ainda nenhuma resposta
ouvi tanto falar de milagres
senti tanta decepção agora.
 
Anos e anos
já não tenho sonhos ou minha chama
me entreguei a este mundo insano

trabalho e estudo, ainda preso nesta lama.
————————————————— Λß

Tempo de Espera

Horas e horas

nesta sala vazia

buscando uma porta, uma janela

para um mundo de sonhos e harmonia.

 

Dias e dias

ainda preso neste lugar

sonhando com a passagem que irá se abrir

sonhando com este dia que está para chegar.

 

Semanas e mais semanas

não quero perder a esperança

ainda vou acreditar

eu preciso acreditar nesta chama.

 

Meses e meses

ainda nenhuma resposta

ouvi tanto falar de milagres

senti tanta decepção agora.

 

Anos e anos

já não tenho sonhos ou minha chama

me entreguei a este mundo insano

trabalho e estudo, ainda preso nesta lama.

————————————————— Λß

Poesia

Postado em December 21, 2013

Acústico

 
Com as notas sequenciadas escrevo a melodia a história da minha vida uma música sem harmonia.
Pronta para tocar eu aguardo meu público chegar eles não veem, eles não falam mas estão ansiosos para escutar.
No meu refrão não há letra somente a melodia intensa guardei as palavras no bolso deixando as notas mais serenas.
Minha musica não teve nada de especial mesmo assim fui aplaudida,  de pé eles me adulavam entendendo o tanto que estou sozinha.

Continuei então sentada ao piano tenho 20 anos  e mesmo assim não vivi um, sorrindo.
————————————————— Λß

Acústico

 

Com as notas sequenciadas
escrevo a melodia
a história da minha vida
uma música sem harmonia.

Pronta para tocar
eu aguardo meu público chegar
eles não veem, eles não falam
mas estão ansiosos para escutar.

No meu refrão não há letra
somente a melodia intensa
guardei as palavras no bolso
deixando as notas mais serenas.

Minha musica não teve nada de especial
mesmo assim fui aplaudida, 
de pé eles me adulavam
entendendo o tanto que estou sozinha.

Continuei então sentada ao piano
tenho 20 anos 
e mesmo assim
não vivi um, sorrindo.

————————————————— Λß

1 note

Poesia

Postado em November 10, 2013

Pátria amada, Dormiu.

Será que ainda podemos voltar atrás,quando tudo era mais fácilou assim pensávamosquando éramos lápis.
Hoje somos canetae escrevemos sem poder apagarvivemos sem poder errarentão erramos e não conseguimos mais consertar.
Ou esconder,antigamente nos escondíamosna saia de nossa mãe, atrás das pernas de nosso paipara lá sempre corríamos.
Foi-se estes temposforam-se nossos pais, nossas mães,não que tivéssemos mais de um,apenas estamos todos condenados em transe.
Encaminhados no corredor da mortemuitos sem saber, o resto sem perceberque lástima está esta juventudedecaímos tanto que nem me lembro mais sobre o que queria escrever.
Penso em virar escritor, salvar o mundo ou virar políticoa verdade é que estarei tomado pelo sono e pela preguiça,não farei nada, não serei nadaou melhor, já sou algo, sou jovem, mais um da grande lista.
————————————————— Λß

Pátria amada, Dormiu.

Será que ainda podemos voltar atrás,
quando tudo era mais fácil
ou assim pensávamos
quando éramos lápis.

Hoje somos caneta
e escrevemos sem poder apagar
vivemos sem poder errar
então erramos e não conseguimos mais consertar.

Ou esconder,
antigamente nos escondíamos
na saia de nossa mãe, atrás das pernas de nosso pai
para lá sempre corríamos.

Foi-se estes tempos
foram-se nossos pais, nossas mães,
não que tivéssemos mais de um,
apenas estamos todos condenados em transe.

Encaminhados no corredor da morte
muitos sem saber, o resto sem perceber
que lástima está esta juventude
decaímos tanto que nem me lembro mais sobre o que queria escrever.

Penso em virar escritor, salvar o mundo ou virar político
a verdade é que estarei tomado pelo sono e pela preguiça,
não farei nada, não serei nada
ou melhor, já sou algo, sou jovem, mais um da grande lista.

————————————————— Λß

3 notes

1 2 3 4 5 Next